fabricante: Adidas

O Adidas Energy Cloud é um tênis de entrada da marca alemã que fez um grande sucesso no segundo semestre de 2016. Mas o mais interessante é que os elogios seguem, a propaganda se espalha e o Energy Cloud, da Adidas, segue sendo aclamado por usuários e crítica.

No estrangeiro, principalmente, este tênis tem sido muito bem quisto. Isso se deve a sua ótima construção, como um todo. Mas não só isso. Seu preço eleva toda a sua composição a outro patamar – principalmente quando se analisa a robusta entressola e a construção de cabedal. Por meio disto, logo se tem a noção de que o tênis é verdadeiramente durável.

Versátil e acessível. Assim podemos definir em poucas palavras o calçado que a Adidas recentemente colocou no mercado. tem ótimo desempenho em corridas de longa distância e atividades diárias, ele oferece apoio, conforto e ótima resposta. O quesito durabilidade é muito importante em um tênis. Quando o modelo é de entrada, espera-se conforto, ao menos. Mas no caso do Adidas Energy Cloud, a durabilidade vem como um extra.

  • Especialistas
  • Usuários
1 a 20 21 a 40 41 a 60 61 a 80 81 a 90 91 a 100

Média Geral

3 usuários: 89 / 100

1 especialistas: 85 / 100

Dê a sua nota:

prós

  • Leveza

    Com um peso interessante para o modelo feminino e masculino (iguais), o Adidas Energy Cloud se mostra um tênis bastante leve, embora não tenha como finalidade a velocidade. Contudo, é sempre uma ótima opção um calçado que não exija grande força do pé para erguê-lo – mesmo que estejamos falando de gramas.

  • Sem costuras

    Quando se fala em um tênis que custa abaixo dos R$ 200 e não apresenta qualquer tipo de costuras no cabedal, isso é digno de diversos elogios. As costuras foram abandonadas, os atritos foram junto e tem-se um dos motivos para o gosto de crítica e usuários por este tênis.

  • Amortecimento

    A entressola incorpora a tecnologia Cloud. Mais macia do que a Bounce e a Boost, esse tênis não tem qualquer intenção em ser rápido ou responsivo, mas sim prezar por uma corrida livre de impactos.

  • Firmeza e encaixe

    O bom encaixe e a firmeza com que o calçado abraça o pé são um dos motivos para o gosto pela peça. Apesar de apresentar apenas cinco furos (o quinto fazendo a função do sexto furo como em outros tênis), a “ausência” de um furo a menos não é sentida, devido a boa distribuição.

  • Conforto

    Muito bem acolchoado no interior, o Energy Cloud não é um problema no que tange o conforto. Apesar de não dar uma sensação incrível de “pisar sobre as nuvens”, o tênis cumpre relativamente bem o que o acolchoado tem como função.

  • Durável

    O acabamento plástico é aparentemente bem leve, não infringindo no peso do calçado. Ele é só elogio, pois além de proteger o cabedal, ele também dá a estrutura firme da peça

  • Flexível

    Apesar da firmeza, o calçado é bastante flexível. Isso porque ele se comporta com firmeza no abraço, mas na pisada ele mantém uma boa aterrissagem para adaptação à superfície.

Contra

  • Pouca Respirabilidade

    O mesh do calçado é um tanto fechado. Apesar da ausência de costuras, a ventilação interna da peça deixa a desejar.

  • Levemente áspero

    O tecido utilizado no interior é um pouco áspero. Alguns críticos e usuários avaliaram que uma meia mais grossa deverá ser adotada para o Adidas Energy Cloud.

Avaliações especialistas

  • Get Ready Worldwide

    A razão pela qual eu gosto deste tênis é por causa do apoio, o conforto, o estilo, a cor. Eu gosto de tudo.

Atributos

  • Tecnologia

    - Cloud: Tecnologia de espuma em EVA mais macia e menos responsiva se comparada às demais tecnologias inseridas nas entressolas do modelo Adidas.

  • Durabilidade

    O tênis apresenta um acabamento que proporciona uma boa durabilidade ao calçado. Por esse motivo, o Adidas Energy Cloud é uma excelente opção para os multiesportistas que pensam em ingressar no mundo das corridas, mas que não dispensam suas demais práticas.

  • Amortecimento

    A entressola extremamente macia proporciona uma pisada livre de impacto, contudo nada responsiva. Livre de impacto e com retorno de energia intermediário, a espuma de EVA cumpre muito bem seu papel amortecedor.

  • Flexibilidade

    O tênis é bastante flexível na região da biqueira, mas firme na região do calcanhar. É importante uma boa transição, visto que um calcanhar firme e um médio pé solto contribuem para uma passada de qualidade e um retorno de energia favorável.

  • Ventilação

    A ventilação interna deixa muito a desejar, visto que a região do toe box é totalmente fechada, impedindo a circulação adequada de ar dentro da peça.

  • Aderência da Sola

    Um emborrachamento utilizando uma disposição clássica recobrindo toda a região da sola. Boa aderência e tração de qualidade.

Características

  • Cabedal

    Cabedal

    Um mesh em tecido sintético com tramas bastante fechadas. Impedindo boa circulação de ar, a região é a mais deficiente de uma boa peça como o Adidas Energy Cloud.

  • Entressola

    Entressola

    Adota a tecnologia Cloud. Uma espuma mais macia que as demais utilizadas pela empresa alemã, promovendo qualidade à passada, bem como retorno de energia adequado para o usuário.

  • Solado

    Solado

    Emborrachado e com boa tração. O solado compõe uma área interessante da peça, pois adota o clássico, e sem invenções, placas de estabilidade ou ranhuras específicas.

ANÁLISE

O Adidas Energy Cloud está consolidado no mercado após um semestre digno de tênis Premium, em 2016. Como um dos mais recomendados, o calçado alcançou bons números de vendas, bem como comentários positivos da crítica e de usuários que testaram e aprovaram o tênis baratinho da Adidas.

O acabamento resistente do Adidas Energy Cloud

Uma das questões que mais impressionaram os usuários e a crítica foi, com certeza, o acabamento de alta durabilidade do modelo. A placa em plástico que envolve o calçado protege o tecido sintético do cabedal. Bastante grosso e revestido, o material contribui para a alta durabilidade da peça, contudo peca na questão da ventilação interna. Prejudicando, assim, uma circulação adequada de ar dentro da peça.

A entressola macia e protegida entre cabedal e solado também demonstra esse acabamento durável e de qualidade do Adidas Energy Cloud. O solado clássico e feito para durar também é um ponto interessante a ressaltar quando se menciona o fator durabilidade. Entretanto, quando tratado sob o quesito tração, ele deixa um pouco a desejar em testes com superfícies molhadas – apesar de se sair muito bem em superfícies secas.

A textura interna pode ser um incômodo?

A meia é a chave de qualquer tênis. Desde os modelos mais avançados e caros do mercado aos mais simples. A meia para este específico modelo Adidas deve ser um pouco grossa, para que o pé possa afirmar bem no calçado, e sequer sinta o leve desconforto que é o interior do calçado. Seja com uma meia fina ou grossa, a respirabilidade é nula.

Nosso veredicto? É impossível discutir com as cifras. A qualidade, claro, fala por si. Entretanto, o baixo valor para a qualidade apresentada impressiona. Analisando-se o calçado sob a perspectiva de seu custo/benefício, ele com certeza integra a lista de um dos melhores tênis para corrida existentes no mercado atualmente.