fabricante: Fila

O Fila Kenya Racer 3 também conhecido como Fila KR3 é o ultraleve do mercado tão esperado pelos corredores de performance. Incrivelmente leve, quase como uma pluma, a Fila resolveu inovar, e criou uma “pena” para ser calçada.

Com uma tecnologia que possibilita um tênis bastante leve, rápido e eficiente, a empresa criou um modelo para quem quer desempenho. Com promessa de um bom amortecimento, e ventilação de primeira linha, temos convicção que este tênis será um sucesso de vendas.

A empresa mirou a leveza e atingiu seu objetivo. Excelente para provas de velocidade e treinos de desempenho do dia a dia, apresenta um conforto mediano. Afinal, será que o Fila Kenya Racer 3 cumpre todas as promessas? Confira!

  • Especialistas
  • Usuários
1 a 20 21 a 40 41 a 60 61 a 80 81 a 90 91 a 100

Média Geral

4 usuários: 92 / 100

2 especialistas: 91 / 100

Dê a sua nota:

Fila Kenya Racer 3 é bom?

Prós

  • Leveza

    De fato, a lista de prós não poderia ser iniciada senão destacando a ultraleveza do tênis. Se já elogiamos tênis abaixo dos 300g, imagine tênis abaixo dos 200g? É para aplaudir de pé.

  • Design

    Exaltando os brilhantes corredores do Quênia e com uma simplicidade gigante na escolha da paleta de cores. Sem dúvidas um tênis bonito e com design funcional, muito bem esquematizado, sobretudo na cobertura da entressola e do sistema de amortecimento.

  • Ventilação

    Destaque importante de um cabedal bastante respirável e de tramas bastante abertas. Para um tênis voltado às corridas rápidas, a ventilação precisa ser um grande destaque. É o que se encontra no Fila Kenya Racer 3.

  • Estabilidade

    O tênis é bastante estável para a arrancada e a corrida rápida. Não desloca o pé durante a possível mudança de direção ou qualquer desaceleração necessária.

Contras

  • Conforto

    Apesar de não ser a ideia de um tênis de corrida de performance, o conforto é deixa a desejar. Áspero e sem acabamento de proteção no cabedal, é possível sentir um leve desconforto a cada passada.

Avaliações especialistas

Mais Positivo

Victor Caetano

Sinceramente é o melhor custo x benefício que eu já vi em um tênis de corrida. Para o que ele promete, não há nenhum ponto negativo.

Mais Negativo

Rodrigo Roehniss

Via: Ativo

Um dos diferenciais desse modelo é o peso, abaixo de 200 gramas (no masculino e no feminino). Outro ponto que chama muito a atenção desse modelo é a malha de cabedal, totalmente ventilada e flexível. Isso faz com que o tênis proporcione até uma boa drenagem em condições de chuva.

OUTRAS AVALIAÇÕES

  • Victor Caetano

    Sinceramente é o melhor custo x benefício que eu já vi em um tênis de corrida. Para o que ele promete, não há nenhum ponto negativo.

  • Rodrigo Roehniss

    Via: Ativo

    Um dos diferenciais desse modelo é o peso, abaixo de 200 gramas (no masculino e no feminino). Outro ponto que chama muito a atenção desse modelo é a malha de cabedal, totalmente ventilada e flexível. Isso faz com que o tênis proporcione até uma boa drenagem em condições de chuva.

Atributos

  • Tecnologia

    A tecnologia principal utilizada é a Energized Ribbons para a formatação do amortecimento no retropé (região calcanhar), o local considerado de maior impacto para o corredor.

  • Durabilidade

    O tênis apresenta reforços na biqueira e contraforte para promover maior durabilidade ao calçado. No entanto, ao longo de todo o cabedal, não há qualquer reforço ou malha que sobreponha o calçado. Ele chega a ser transparente, dado o material utilizado ao longo da região que compreende o cabedal.

  • Amortecimento

    Utilizando a tecnologia Energized Ribbons, o Fila Kenya Racer 3 não foca exatamente numa pisada completamente confortável. No entanto o amortecimento focado no retropé configura uma leve maciez na passada. Nada que possa ser considerado um destaque, ou sequer um revés do calçado.

  • Flexibilidade

    O tênis é bastante flexível. O material utilizado ao longo da peça possibilita essa flexibilidade inclusive no contraforte – região geralmente mais rígida nos tênis para corrida.

  • Ventilação

    Ventilação, assim como a leveza, é o destaque desta peça da Fila. Com excelente respirabilidade, dada a opção por um material inteiramente furado que promove que o pé respire internamente.

  • Aderência da Sola

    Grande área emborrachada que propicia boa tração durante a corrida. Os corredores voltados às corridas rápidas comumente pisam com a região do médio pé. Ali, a borracha é predominantemente maior e com ranhuras específicas.

Características

  • Solado

    Solado

    Borracha para tração aliada a uma placa de borracha pouco dura. Possibilita uma pisada estável e tração adequada para corridas de média distância.

  • Entressola

    Entressola

    Utilizando EVA macio junto à tecnologia Energized Ribbons na região do contrapé. Em relação ao antecessor, houve grande evolução.

  • Cabedal

    Cabedal

    Material sintético de tramas abertas que promovem excelente ventilação e ótima respirabilidade interna.

ANÁLISE

O Fila Kenya Racer 3 foi desenvolvido e confeccionado no Brasil com o auxílio de corredores quenianos. Duas das grandes potências das corridas de rua se uniram para criar uma excelente peça, incrivelmente durável, com boa estabilidade e, sobretudo, leve.

E é a leveza que sempre deve encabeçar rankings, parágrafos e análises do KR3. Com um peso inferior ao que o mercado oferece, este calçado merece aplausos por conseguir aliar um conforto aceitável (longe de ser perfeito), durabilidade, flexibilidade e leveza. Os seus 180g impressionam, e fazem deste tênis uma das plumas do mercado.

Mercado esse que foi invadido não só pela leveza do Fila Kenya Racer 3, mas também por sua capacidade de ventilação. Com tramas completamente abertas, material com furos e extremamente respirável, a Fila realmente não entrou para brincar. Trouxe um dos Top de Linha do mercado leve e do mercado da ventilação. Ou seja, o melhor dos dois mundos para o corredor de rua, e em um só tênis.

Ideal para corridas de 5 e 10 quilômetros, esse tênis parece ser uma relíquia para os corredores que costumam participar de corridas como a São Silvestre e a Pampulha. No entanto, um ponto realmente deixa a desejar neste brilhante calçado Fila: o conforto. Por mais que não seja um tênis desconfortável e impossível de usar, ele realmente peca na ausência de um acabamento do cabedal em contato com o pé.

As tramas de material sintético propiciam aspereza no contato entre pé e calçado. Isso acaba por promover desconforto nas passadas, mesmo com o incremento de uma meia. Dessa forma, o tênis peca neste aspecto pela falta de atenção da empresa em pensar neste provável desconforto que viria a ser nítido, dado o contato constante de material e pé.

Mas ainda o tênis possui um decréscimo em dias de chuva. Por ser praticamente todo aberto, a água acaba entrando no calçado, e pode ser um empecilho durante uma mudança de clima repentina. Por mais que isso não incomode a todos os corredores, é preciso atenção, pois o tênis é verdadeiramente transparente.

Nosso veredicto? O Fila Kenya Racer 3 é um tênis primordial para corridas de 5 e 10 quilômetros. No entanto se o desejo for para uso em maratonas, por exemplo, é necessário já ter experiência com o calçado. Ultraleve e muito bem ventilado, é uma excelente peça a se cogitar na compra, principalmente para o corredor experiente que deseja uma performance cada vez melhor.

REVIEW MODELOS ANTERIORES

Fila Kenya Racer 2

A leveza do Fila Kenya Racer 2 pode ser sentido à primeira calçada. Voltado para corredores experientes, o calçado é voltado para a melhora da performance, aliando boa ventilação interna e qualidade na pisada.

A estabilidade e o amortecimento, entretanto, são dois pontos que deixam a desejar. Visto que não há uma placa de estabilidade na região do solado e a pisada proporcionada pela peça ser batida e relativamente dura.