fabricante: New Balance

O New Balance Fresh Foam 1080 V7 é, sem dúvidas, uma ótima opção no mercado para quem busca tênis na categoria amortecimento. Com uma entressola robusta, construção voltada para a maciez da região e o conforto de pisada, o modelo 1080 V7 é um interessante par para quem deseja o máximo de comodidade em suas corridas de longa distância.

Um tênis de boa estrutura, podendo ser utilizado tranquilamente por corredores iniciantes ou experientes. Sua construção é bastante fiel à qualidade exposta pela New Balance nos demais modelos – em especial neste nota-se uma maior dedicação à respirabilidade do tênis com atenção maior a um cabedal de qualidade.

Modelo de alta classe, para potencializar a corrida do atleta. Contudo, um pequeno detalhe monetário poderá afastar potenciais compradores desta relíquia do amortecimento. Confira!

  • Especialistas
  • Usuários
1 a 20 21 a 40 41 a 60 61 a 80 81 a 90 91 a 100

Média Geral

0 usuários: 0 / 100

2 especialistas: 82 / 100

Dê a sua nota:

prós

  • Amortecimento

    Não só robusta, mas eficiente. A entressola do New Balance 1080 V7 explora as boas qualidades que um calçado amortecido necessita para um bom desempenho nas ruas. A novidade é a geometria de disposição da espuma, que altera o desenho em relação ao modelo 1080 V6.

  • Conforto

    Grande parte dos relatos após uso do modelo foi positivo. Os elogios não ficaram restritos apenas à entressola macia que absorve suavemente o impacto durante as passadas, mas também ao cabedal que promove um encaixe de bom ajuste, promovendo um auxílio direto à boa atividade.

  • Ajuste

    O material em mesh sintético possibilitou um bom encaixe, sobretudo no que diz respeito ao tecido interno do calçado. Significativamente confortável e permitindo um encaixe agradável do pé. A disposição da amarração recompensa na grata construção adequada da peça, proporcionando um ajuste seguro e impedindo qualquer deslocamento interno do pé ao longo da corrida.

  • Performance

    Quando fala-se em performance, neste sentido, é importante ressaltar que em nada tem relação com responsividade. Por ser um tênis na categoria amortecimento, voltado para uma pisada mais macia, sua perfomance é elogiada sob o que é proposto: impacto imperceptível no “choque” entre pé e superfície e conforto à passada.

  • Ventilação

    As tramas abertas do cabedal possibilitam uma ventilação interna agradável dentro da peça. Ao encaixar o pé, é possível notar e expansão destes pequenos espaçamentos que possibilitam a entrada e consequente circulação de ar no interior do calçado.

  • Tração

    A tração é bastante elogiada, apesar de constantemente esquecida em avaliações. Quando mencionada, o elogio é certo. Funcionando com uma disposição totalitária na parte inferior do calçado com uma nova geometria de apresentação e ranhuras que são uma novidade para auxiliar na flexibilidade.

Contra

  • Sutil Aperto

    Apesar de ser um tênis bastante largo à primeira vista, ele, na realidade, apresenta um toe box estreito, podendo causar um aperto leve aos corredores que optarem pelo New Balance 1080 V7 e tiverem os pés naturalmente largos.

  • Peso

    Ultrapassando os 300g, ele não pode ser considerado um tênis excepcionalmente pesado, mas nada que possa ser dito como leve. Contudo, em comparação com modelos similares no mercado, ele pode ficar para trás.

  • Custo/benefício

    Por R$ 749, acaba que grande parte de potenciais compradores desistem do modelo. Um valor alto que pode (e deverá), sem dúvidas, escantear um ótimo modelo dentro do mercado.

Avaliações especialistas

Mais Positivo

Sole Review

Via: SoleReview

A entressola oferece alto amortecimento, e o solado largo oferece uma base de apoio. A manga interna mantém o meido pé bem, e o amortecedor de dedo do pé moldado cria suficiente espaço no pé, ambos de lado e alto.

Mais Negativo

Sean Felty

Se o cabedal não causasse atrito, provavelmente seria mais tolerante com a amortecimento da New Balance. Ter ambos combinados torna difícil para mim ver o valor na compra deste calçado.

OUTRAS AVALIAÇÕES

  • Sole Review

    Via: SoleReview

    A entressola oferece alto amortecimento, e o solado largo oferece uma base de apoio. A manga interna mantém o meido pé bem, e o amortecedor de dedo do pé moldado cria suficiente espaço no pé, ambos de lado e alto.

  • Sean Felty

    Se o cabedal não causasse atrito, provavelmente seria mais tolerante com a amortecimento da New Balance. Ter ambos combinados torna difícil para mim ver o valor na compra deste calçado.

Atributos

  • Tecnologia

    - Blown Rubber: material em borracha durável injetado em quase 100% do solado do modelo.

    - Ndurence Carbon: material mais resistente e tracionado que a Blown Rubber, está localizada na parte do calcanhar para os corredores que pisam com essa região ao aterrissarem.

    - Flex Grooves: ranhuras específicas para promoção de flexibilidade na parte da frente do calçado.

    - Fresh Foam: localizado na entressola, ele possibilita máximo conforto à pisada, além de ótima maciez na aterrissagem, evitando impactos.

    - Fantom Fit: sensação de vestir uma segunda pele ao encaixar o mesh sobreposto ao pé.

    - The Bootie Construtction: tecido interno que impede atrito e mantém um grato conforto.

  • Durabilidade

    Resistência suficiente. Um tênis que não impressiona quando o assunto é durabilidade, mas também não decepciona. Mantém a média, explora os reforços nas regiões e mantém uma boa qualidade numa visão mais ampla.

  • Amortecimento

    Adotando a tecnologia Fresh Foam, o NEw Balance 1080 V7 incorpora uma entressola robusta que compensa a ausência de responsividade em impulsão logo após aterrissar.

  • Aderência da Sola

    Blown Rubber e Ndurence Carbon unidas para promoção de ótima tração da peça. Enquanto a primeira se estende por quase todo o solado, a segunda se restringe ao calcanhar, sendo fundamental para corredores que pisam com o calcanhar.

  • Flexibilidade

    Flexível ao necessário. A introdução da tecnologia chamada Flex Grooves potencializou uma flexibilidade que poderia beirar a nulidade.

  • Ventilação

    Interessante e agradável. É possível sentir ao correr que foi dada alta atenção à ventilação interna da peça. A respirabilidade é notável, e sua qualidade é bastante elogiada por usuários e crítica.

  • Material

    - Mesh Sintético;

    - EVA em cápsulas;

    - Borracha;

Características

  • Cabedal

    Cabedal

    Recoberto em mesh sintético, promovendo boa respirabilidade e conforto como uma segunda pele de pouca sensibilidade. Quase em sua totalidade, um cabedal construído sem costuras.

  • Entressola

    Entressola

    A tecnologia Fresh Foam é adotada em toda a robusta entressola, promovendo maciez à passada e impulsão pós-aterrissagem.

  • Solado

    Solado

    A tração é excelente adotando-se a boa disposição de borracha na sola. Eficiente e seguro para qualquer tipo de terreno.

ANÁLISE

O New Balance 1080 V7 incorpora a linha de amortecimento com muitos elogios e poucos problemas. Contudo, o grande problema da linha não está, necessariamente, na sua construção em material sintético respirável, em sua entressola macia e robusta ou seu solado tracionado. O grande problema, sem dúvidas, está nas cifras que estampam a etiqueta do modelo que parece ser de alta qualidade, mas distante de grande parte dos corredores de rua.

A construção delicada do New Balance 1080 V7

Um cabedal muito bem construído, seja numa avaliação externa ou interna. O bom mesh de sutil sobreposição permite uma entrada de ar suave ao interior. Com um tecido bastante macio e confortável, o modelo transportou toda essa qualidade para uma entressola de composto novo em relação ao modelo anterior e que se assemelha a tecnologia do modelo Zante.

As novas disposições geométricas possibilitaram uma capacidade maior em abrandar o impacto da aterrissagem da sola junto à superfície. Solado este que é bastante seguro, tracionado e eficiente. Uma composição que constrói um tênis de alta qualidade, digno para brigar de igual para igual com grandes modelos amortecidos do mercado – incluindo os robustos Hoka One One.

O preço que afasta

Contudo, um tênis tão impressionante deverá acumular nas prateleiras – para a surpresa de muitos. Isso porque o preço de R$ 749 assusta imediatamente. Um valor muito alto que pode ser destrinchado e dividido em dois tênis de boa qualidade para dois tipos diferentes de corrida, seja ele treinos diários ou até competições.

Nosso veredicto? Difícil definir, mas difícil mesmo é quando se analisa tanta qualidade, mas encontra um valor que breca qualquer motivação em adquirir. A questão principal é botar na balança os desejos e o que o mesmo pode oferecer. É uma questão de opção com o que o mercado oferece como o que o corredor deseja. Colocando na balança é possível, enfim, definir se o New Balance 1080 V7 é uma boa compra ou não.

REVIEW MODELOS ANTERIORES

New Balance 1080 V6

Um modelo interessante ainda vigente no mercado, o New Balance 1080 v6 é uma interessante opção para quem tem o desejo de experimentar a linha 1080 sem exagerar na dose de preço cobrada pelo novo modelo.

Com um cabedal mais rústico que seu predecessor, solado em disposição mais uniforme e uma entressola menos resistente, o New Balance 1080 V6 reserva uma essência de forma em relação ao seu substituto na linha, sendo uma interessante opção para quem quer conhecer a categoria amortecimento da New Balance.