fabricante: Nike

Integrando a categoria Amortecimento, o Nike Air Zoom Vomero 12 incrementa a linha mais vendida da marca americana. Com um bom acabamento resistente, a linha Vomero é sempre uma opção interessante para corridas longas, treinos de regeneração e também treinos de rodagem.

Combinando maciez e conforto, este calçado não deixa a desejar quem almeja uma passada suave e sem impacto durante o exercício. Adotando a já clássica tecnologia Air Zoom, a décima segunda edição da linha Vomero agrega poucas alterações em relação ao modelo anterior, tendo apenas feito substituições pontuais necessárias visando a evolução.

  • Especialistas
  • Usuários
1 a 20 21 a 40 41 a 60 61 a 80 81 a 90 91 a 100

Média Geral

3 usuários: 82 / 100

2 especialistas: 82 / 100

Dê a sua nota:

prós

  • Conforto

    Inúmeros usuários salientaram o excelente conforto percebido ao utilizar o Nike Air Zoom Vomero 12. A boa composição de cabedal, a entressola macia, além do solado, que realiza um bom contato entre calçado e superfície, dá a tona de um tênis confortável em toda sua construção.

  • Maciez

    A maciez da pisada é notada sem ao menos calçar o tênis. Uma entressola robusta, visivelmente macia e que promove uma boa aterrissagem ao corredor, evitando qualquer impacto.

  • Ajuste

    Bom ajuste e firmeza. Um tênis que praticamente gruda ao pé. Evitando qualquer deslocamento no interior, o calçado cumpre muito bem o que promete: firmeza e qualidade para as passadas.

  • Durável

    A construção da peça promove uma durabilidade alta. Seja na entressola, cabedal ou solado, é notada uma alta durabilidade do calçado. Algo que já fora visto nos modelos anteriores da linha.

  • Refletivo

    A adoção ao refletivo é uma ideia que já virou praxe dentro dos tênis para corrida. Os usuários noturnos podem ficar tranquilos, pois quem estiver nas estradas, perceberá que alguém está logo a frente praticando sua atividade física.

  • Levemente Responsivo

    Consideravelmente responsivo, sobretudo se tratando de um tênis de amortecimento. Apesar de não ser uma grande característica, nota-se uma resposta rápida, considerando a categoria.

  • Construção de Cabedal

    A construção do cabedal auxilia num abraço ao pé do corredor, bem como oferece boa respirabilidade ao interior da peça.

Contra

  • Aperto no toe box

    Alguns corredores reclamaram da construção do toe box. Justificando, assim, a ausência de um material mais elástico do que o mesh sintético.

Avaliações especialistas

Mais Positivo

Sean Felty

Este é um tênis realmente muito confortável, e que me impressionou de muitas maneiras. É claro que a Nike colocou um grande esforço no redesenho de uma de suas peças mais macias. Funcionou.

Mais Negativo

Pedro Cunacia

Via: Ativo.com

O fator negativo em alguns pontos do solado do Nike Vomero 12 são os pequenos cortes, já que neles podem parar pequenas pedras ou outros objetos durante a corrida.

OUTRAS AVALIAÇÕES

  • Sean Felty

    Este é um tênis realmente muito confortável, e que me impressionou de muitas maneiras. É claro que a Nike colocou um grande esforço no redesenho de uma de suas peças mais macias. Funcionou.

  • Pedro Cunacia

    Via: Ativo.com

    O fator negativo em alguns pontos do solado do Nike Vomero 12 são os pequenos cortes, já que neles podem parar pequenas pedras ou outros objetos durante a corrida.

Atributos

  • Tecnologia

    - Flywire: Conjunto de tramas responsáveis por dar suporte ao pé, bem como firmeza para o cabedal;

    - Nike Zoom: Tecnologia embutida na entressola que permite um caminhar macio, livre de impactos e com ótima resposta;

    - Cushlon: Espuma macia que promove boa qualidade na impulsão, assim como retorno de energia ao corredor para as passadas seguintes;

  • Durabilidade

    O tênis aparenta uma durabilidade interessante. Com reforços pontuais, um material sintético de boa qualidade, bem como trabalho com entressola e solado propondo resistência às longas distâncias, o Nike Air Zoom Vomero 12 com certeza não deixará o corredor na mão.

  • Flexibilidade

    Tênis com entressola robusta geralmente tornam-se excessivamente rígidos. Não é o caso do Vomero 12. Percebe-se uma adaptação da tecnologia Cushlon, que permitiu uma espuma mais macia e relativamente flexível, levando em conta, claro, a categoria do calçado.

  • Aderência da Sola

    A tração não se destaca, mas também não afeta no desempenho. Possui uma qualidade intermediária/baixa; uma condição que não impressiona, como também não decepciona.

  • Amortecimento

    A combinação da tecnologia Nike Zoom e Cushlon proporciona um tênis de alta qualidade no que tange amortecimento. Macio, suave, de boa resposta e ótima transição. Sem dúvidas, um dos grandes do mercado no quesito.

  • Ventilação

    A ventilação interna é agradável. Apresenta as tramas abertas em mesh na região do cabedal, que permitem a entrada de ar, bem como a circulação do mesmo no interior da peça.

  • Material

    - Fibras em malha sintética, sob tramas abertas.

Características

  • Cabedal

    Cabedal

    Material em mesh com tramas abertas que possibilitam boa circulação de ar interna. Com respirabilidade, bom ajuste, contudo com leve aperto em variadas formas de pé na região do toe box, segundo alguns compradores.

  • Entressola

    Entressola

    Combinação das tecnologias Cushlon e Nike Zoom, que propiciam tudo o que as melhores entressolas do mercado exigem: maciez, leveza e retorno de energia para as passadas.

  • Solado

    Solado

    Um emborrachamento que não impressiona, mas não deixa a desejar. Fica na faixa intermediária de avaliação.

ANÁLISE

O Nike Air Zoom Vomero 12 chega ao mercado em 2017 como um dos primeiros lançamentos das grandes marcas do mercado. Por já ser uma conhecida linha da marca americana, não decepcionou. Crítica e consumidores aprovaram, e puderam conferir de perto as alterações pontuais realizadas na construção do décimo segundo modelo em comparação com os anteriores.

A alteração na modelagem da espuma inserida na entressola é notada à primeira vista. Mais robusta e, ao toque, mais macia, percebeu-se uma preocupação da Nike em deixar uma linha de amortecimento ainda mais macia. A pisada se tornou mais leve, um pouco menos responsiva, no entanto, ainda, com uma boa resposta e adequado retorno de energia, que possibilita a impulsão nas passadas durante a atividade física.

Com um design mais minimalista, e sem adoção de costuras, o cabedal também sofreu alterações. Além de não apresentar as costuras sobressalentes, o Nike Air Zoom Vomero 12 também conta com a tecnologia FlyWire, que adota tramas de melhor ajuste do pé ao calçado, impedindo o deslocamento da língua, bem como do pé dentro do tênis. Contudo, a firmeza, e constante preocupação com este fator, fizeram do calçado um tanto apertado na região do toe box, segundo alguns usuários.

Outra alteração vem com relação ao conforto. Uma linha que já prezava pela combinação de bom amortecimento e conforto como fatores principais desenvolveu um calçado ainda mais aconchegante para o usuário. Para treinos de regeneração e corridas de longas distâncias, a exigência é que a dupla conforto + amortecimento esteja em perfeita sintonia. É o que se percebe ao calçar o novo modelo Nike.

Nosso veredicto? Sob um preço interessante – visto que sua durabilidade é alta –, modificações pontuais e abrangendo todas as qualidades que um tênis de longos trajetos necessita, é imprescindível afirmar que o Nike Air Zoom Vomero 12 é uma excelente opção de compra, seja para experimentes, seja para iniciantes. Um dos grandes nomes dos tênis para corrida traz, assim, mais um modelo de grande valia para o mercado.