fabricante: Mizuno

O Mizuno Wave Sayonara 3 faz parte de uma linha premiada e agrada os corredores que já gostam da marca japonesa. Bastante leve, com tecnologias pontuais e design minimalista e totalmente agradável, o Sayonara 3 segue no ritmo do sucesso da linha já consagrada da Mizuno.

Com um acabamento bastante interessante, boa forma e muito leve, é possível dizer que usar o Sayonara 3 é como potencializar a pisada humana. Isso porque é discreta a presença do tênis no pé, mas o conforto é muito bom ao se pisar no chão. O aumento da rigidez induziu o aumento das críticas, mas não o suficiente para ofuscar a imagem desta série.

Muito premiado ao redor do mundo, o Mizuno Sayonara 3 é mais um a herdar a responsabilidade de seguir a linha bem sucedida. Mas será que ele manteve o alto padrão de seus dois antecessores? Confira!

[Atualização] Veja a análise do Mizuno Sayonara 4.

  • Especialistas
  • Usuários
1 a 20 21 a 40 41 a 60 61 a 80 81 a 90 91 a 100

Média Geral

3 usuários: 88 / 100

2 especialistas: 82 / 100

Dê a sua nota:

Mizuno Wave Sayonara 3 é bom?

Prós

  • Leveza

    O Mizuno Wave Sayonara 3 fica bem abaixo dos 300g. Com um ótimo peso, o tênis é uma excelente opção para os corredores que desejam melhorar seu desempenho. Muito leve, o terceiro modelo do Sayonara é ideal para este tipo de corredor de cinco, dez ou quinze quilômetros.

  • Ventilação

    O mesh do calçado é em tramas abertas com um tecido que propicia bastante ventilação e respirabilidade ao calçado. No entanto, peca pela entrada de água na parte interna.

  • Durabilidade

    Com uma durabilidade interessante, e reforços pontuais, o calçado pode alcança os mil quilômetros. Podendo, assim, ser usado para provas, como também para treinamentos diários.

  • Absorção do impacto

    A tecnologia X10 promove ótima durabilidade e absorção em parceria com a tecnologia Wave. Ideal para qualquer terreno, o Sayonara 3 absorve o impacto da superfície como poucos no mercado.

  • Design

    O design foi desenvolvido para abraçar o pé e mantê-lo estável ao longo da caminhada/corrida. Mas também sob aspectos estéticos, o terceiro modelo da linha merece aplausos.

Contras

  • Rigidez

    O tênis é um pouco rígido, segundo alguns usuários, podendo promover certo desconforto que não era visto nos antecessores.

  • Conforto abaixo das expectativas

    O conforto sem dúvidas ficou aquém das expectativas. O primeiro e segundo modelo, sem dúvidas, são mais confortáveis do que o terceiro.

Avaliações especialistas

Mais Positivo

Run Repeat

Via: RunRepeat

Os corredores que procuram um tênis para corridas rápidas nunca começarão decepcionados com o Mizuno Wave Sayonara 3. É projetado para dar aos corredores uma combinação de passeio rápido, responsivo e macio.

Mais Negativo

Sole Review

Um conjunto de atualizações sólidas podem ser percebidas na sola. A espuma da entressola vai abaixo num nível de densidade, e o projeto da placa de estabilidade para o calcanhar mudou, mas o mais importante: o projeto do solado submete-se a uma transformação completa e eficiente.

OUTRAS AVALIAÇÕES

  • Run Repeat

    Via: RunRepeat

    Os corredores que procuram um tênis para corridas rápidas nunca começarão decepcionados com o Mizuno Wave Sayonara 3. É projetado para dar aos corredores uma combinação de passeio rápido, responsivo e macio.

  • Sole Review

    Um conjunto de atualizações sólidas podem ser percebidas na sola. A espuma da entressola vai abaixo num nível de densidade, e o projeto da placa de estabilidade para o calcanhar mudou, mas o mais importante: o projeto do solado submete-se a uma transformação completa e eficiente.

Atributos

  • Tecnologia

    A tecnologia Wave é uma placa voltada para absorção de impactos. Já a U4ic é um EVA bastante leve, com textura macia e de alta absorção de impacto. Além disso, acopla a tecnologia Smooth Ride, que diminui o movimento dos pés internamente ao largo das passadas, evitando o desperdício de energia. E ainda possui a tecnologia X10. Uma borracha de carbono que promove o aumento significativo da durabilidade e oferece maior tração. Por fim, a tecnologia AirMesh, localizada no cabedal, proporciona excelente ventilação e respirabilidade interna ao calçado. Mas as tecnologias não param no tênis, já que a palmilha Premium Insock apresenta excelente proteção antimicrobiana.

  • Durabilidade

    A tecnologia X10 promove uma durabilidade alta ao solado e entressola do calçado, impedindo o desgaste. Além disso, as costuras e reforços mínimos no cabedal ajudam o Mizuno Wave Sayonara 3 a chegar tranquilamente aos mil quilômetros.

  • Amortecimento

    A tecnologia U4ic apresenta um EVA de ótima qualidade e bastante leve. Promove, assim, uma passada macia, firme e de qualidade para o usuário.

  • Flexibilidade

    O tênis é bastante leve e flexível ao longo de todo seu cabedal e entressola. A tecnologia SmoothRide impede que a flexibilidade em excesso proporcione deslocamento interno do pé ao longo das passadas.

  • Aderência da Sola

    As ranhuras mudaram em relação ao segundo modelo da linha. Com um acabamento mais em borracha carbonizada, os formatos quadriculados possibilitam uma tração maior do calçado em relação a superfície. Algo que pouco se via nos modelos anteriores.

Características

  • Cabedal

    Cabedal

    Adota a tecnologia AirMesh. Tramas abertas, tecido leve e totalmente respirável. Para dias quentes, nada melhor que um Sayonara nos pés.

  • Entressola

    Entressola

    As tecnologias U4ic e Wave unem-se para promover uma passada macia, responsiva e bastante estável ao corredor.

  • Solado

    Solado

    A borracha X10 em carbono proporciona uma tração de excelência, como adaptação a toda e qualquer superfície.

ANÁLISE

O Mizuno Wave Sayonara 3 vem com uma proposta um pouco mais modificada em relação aos seus antecessores. Apesar de a raiz da leveza ainda estar intrínseca na ideia principal dos japoneses, é perceptível a queda de qualidade em relação aos premiados dois primeiros modelos.

Isso porque a rigidez antes imperceptível nos dois primeiros modelos se sobressai agora. O que promove um certo desconforto na peça, passa a ser um divisor de águas entre comprar e não comprar o calçado. Inúmeras reclamações vieram à tona, e a empresa precisou de muito trabalho para contornar as imensas críticas sob a queda de expectativa em relação ao conforto do tênis.

A rigidez do solado que é apresentado foge a qualquer excelente ponto da maciez dos bons primeiros dois modelos Sayonara. O que se vê, portanto, é um tênis aquém dos desejos, demasiadamente rígido e que baixou seu padrão – ao invés de evoluir. Mas nem tudo são críticas ao Mizuno Wave Sayonara 3. O modelo trouxe, efetivamente, coisas boas que vislumbram um bom futuro para a linha.

Uma delas é o solado da peça. Com ranhuras melhores expostas e a adoção da tecnologia X10 recobrindo ao longo de toda a extensão, o calçado propõe uma nova tração ao corredor. A borracha carbonizada, assim, pode dar uma estabilidade e sustento maior ao corredor – além do bom retorno de energia – em qualquer tipo de superfície.

E mesmo apresentando a rigidez, o modelo segue absorvendo muito bem os impactos no contato de solado e superfície. O que se percebe é uma grande participação da tecnologia Wave e U4ic para promoção de um tênis leve (com EVA macio) e uma promoção de boa qualidade na passada.

Nosso veredicto? Talvez na época de lançamento não fosse a melhor das opções. No entanto, com o lançamento dos novos modelos, o Mizuno Wave Sayonara 3 pode ser uma boa opção para treinos de tiro curto. Sendo, assim, uma excelente opção para um dia quente (devido à boa ventilação) em treinamentos sob o asfalto em dias ensolarados, por exemplo.

REVIEW MODELOS ANTERIORES

Mizuno Wave Sayonara 2

O Mizuno Wave Sayonara 2 é um premiado calçado japonês que preza pela combinação de leveza e funcionalidade. Excelente opção para corredores rápidos, o segundo modelo Sayonara é uma interessante opção ainda vigente no mercado.

O baixo peso, as tramas abertas e a boa absorção dos impactos fazem do Mizuno Wave Sayonara 2 um dos melhores tênis de sua geração que ainda podem ser utilizados nos dias atuais.