fabricante: Asics

O Asics Gel FujiRunnegade 2 incorpora características essenciais que um tênis para trilha necessita para fazer o pé do corredor brilhar. Uma construção de alta qualidade, sobreposição de tecido no cabedal, uma entressola confortável e um solado perfeitamente tracionado compõem um calçado bastante interessante.

Não sendo tão leve como o Trail V3, da New Balance, nem tão pesado como o Sonoma, da própria Asics, o Fuji Runnegade 2 aposta em características pontuais de inserção, mesmo que isso signifique elevar o peso final da peça. No entanto, os 260g se tornam adequados, principalmente quando analisado os pontos fortes da peça ao longo de sua construção.

Incrementado com a popular tecnologia Gel, o Fuji Runnegade 2 chega ao mercado com um custo/benefício interessante, características de qualidade e chamando muito a atenção dos corredores de trilha.

  • Especialistas
  • Usuários
1 a 20 21 a 40 41 a 60 61 a 80 81 a 90 91 a 100

Média Geral

0 usuários: 0 / 100

1 especialistas: 78 / 100

Dê a sua nota:

Asics Gel FujiRunnegade 2 é bom?

Prós

  • Durabilidade

    O tênis impressionou no quesito desgaste. Apresentando pouquíssimos vestígios de uma provável “entrega de pontos”, a resistência da peça acaba se justificando ao primeiro toque no mesmo; cabedal com sobreposição eficiente, reforços pontuais na biqueira, uma entressola robusta (de certa forma) e um contraforte que proporciona proteção e suporte.

  • Suporte

    O tênis apresenta um suporte promovido por sua construção de contraforte em comum similaridade a região do médio pé. Promovendo um bom ajuste e proteção ao pé, o usuário terá um tênis firme no pé para enfrentar terrenos desnivelados e alternados.

  • Estabilidade

    Agradavelmente estável, o tênis mantém o suporte de construção do contraforte junto ao médio pé e oferece excelente adaptação do solado a diversas superfícies, mantendo uma estabilidade de alta qualidade.

  • Conforto

    O tênis é bastante confortável em áreas determinadas. Apesar de não ser a principal característica, ele é significativamente agradável ao calçar. Isso porque seu tecido de cabedal macio e sua entressola absorvedora de impacto combinam para promover uma boa qualidade ao usuário.

  • Impermeabilidade

    O fator impermeável sempre deve ser destacado em tênis para trilhas, bem como a refletividade, por exemplo, deve ser salientado em tênis de corrida de rua. Algo que todos deveriam compor, mas que, infelizmente, ainda é um ponto positivo apenas de alguns.

  • Tração

    A disposição das sobressaliências do solado é bastante incomum. Funcionando adequadamente em diversas superfícies, ele destaca-se, sobretudo, em subidas íngremes ou descidas acentuadas.

  • Amortecimento

    A entressola corresponde ao seu papel oferecendo um bom amortecimento e assegurando uma ótima absorção de impacto na aterrissagem.

Contras

  • Aperto

    O Asics Gel Fuji Runnegade 2 apresenta uma forma pequena, podendo ser um problema para quem tem pés largos – problema que se acentua com uma amarração que não permite qualquer folga, já que a ideia do calçado é o máximo suporte.

  • Surgimento de bolhas

    O leve aperto sentido por alguns usuários com pés mais largos acaba por causar bolhas devido a falta de respirabilidade interna em combinação com o aperto sentido na região.

Avaliações especialistas

  • Trail Running Review

    É um modelo que nos atraiu muito para experimentar, sobretudo por seu estilo único, agressivo e totalmente minimalista. Além das tecnologias e do design inovadores.

Atributos

  • Tecnologia

    - Plasmaguard Technology: membrana adotada no cabedal que impede a entrada de água na parte interior do calçado;

    - GEL: já conhecida dos modelos Asics, o Gel é inserido no Fuji Runnegade 2 em regiões particulares, não em toda sua extensão;

    - Solyte: espuma leve em EVA que promove maciez à passada do usuário;

  • Durabilidade

    Bastante resistente, o modelo impressiona por sua resistência, principalmente quando analisados os fatores climáticos e terrenos a qual um tênis de trilha está exposto. Realmente agradou neste quesito.

  • Amortecimento

    Combinação das já populares tecnologias Solyte e Gel para promoção de uma passada segura, macia e confortável. A combinação já é uma medida de praxe da empresa, até mesmo nos tênis para trilhas.

  • Flexibilidade

    Moderadamente flexível para firme. Não é como o V3 Trail, da New Balance, que dobra-se em três partes facilmente. Contudo, não pode ser tratado como um tênis rígido e desconfortável.

  • Ventilação

    Inexistente. Devido ao fechamento do cabedal com uma membrana impermeável, a ideia foi abdicar da respirabilidade para o impedimento da entrada de água no interior da peça.

  • Aderência da Sola

    Adequada, mas o que chama a atenção é a disposição das ranhuras na sola que mais parecem independentes formatos sobressalentes que visualmente se destacam rusticamente do solado da peça.

Características

  • Cabedal

    Cabedal

    Adota a membrana Plasmaguard Technology que não compreende completamente a região do cabedal do calçado. O restante, em mesh, se comporta normalmente, mas ainda assim com a impermeabilidade imperando.

  • Entressola

    Entressola

    Combinação de Solyte e Gel para formatar uma entressola levemente robusta e de boa qualidade. Impedindo impactos desconfortáveis e mantendo um conforto às passadas.

  • Solado

    Solado

    Com disposição interessante de ranhuras destacadas, a tração se torna adequada, sobretudo em caminhos íngremes, seja para subidas, como para descidas.

ANÁLISE

O Asics Gel Fuji Runnegade 2 apresenta uma composição de elementos positivos interessantes, contudo alguns aspectos negativos que podem afastar potenciais usuários do calçado. Com sua entressola estruturada de modo inovador, uma entressola macia e um cabedal impermeável a um ótimo custo/benefício, dificilmente se encontraria defeitos nesta peça.

Entretanto, o formato estreito (com justificativa pela Asics de suporte maior) e o aparecimento de bolhas em usuários foi o estopim para críticas sob o modelo que surgiu como uma opção interessantíssima no mercado.

A boa composição do Asics Gel Fuji Runnegade 2

O drop baixo chama a atenção. Porém, o fato de o calcanhar atingir 11mm é impressionante. Um tênis baixo, de maior contato com a superfície e uma consequente resposta mais rápida. Eficiente em sua construção como um todo, o Fuji Runnegad 2 explora o que os rústicos tênis de trilha tem de oferecer de positivo em combinação aos velozes tênis de trilha expostos no mercado.

É perceptível essa composição com o “melhor dos dois mundo”, principalmente quando analisada a composição de cabedal, entressola e disposição das sobressaliências tracionadas na região do solado. Num contexto abrangente, dificilmente há um tênis para trilhas melhor no mercado.

O aperto e as bolhas que afastam

Mas, infelizmente, o calçado apresentou alguns problemas perceptíveis. À primeira observação, nota-se um toe box estreito e um tecido de cabedal pouco elástico, bem como uma amarração que em nada contribui para melhorar a experiência de quem considera o calçado apertado – impedindo-se que seja afrouxado e retire-se um pouco desse suporte exagerado.

Nosso veredicto? Sem dúvidas para quem tem o pé mais estreito, a experiência será excelente, provavelmente a melhor ao calçar um tênis de trilhas. No entanto, para quem apresentas pés largos, a ideia é fugir do Asics Gel Fuji Runnegade 2, porque o aperto virá, o desagrado acompanhará e a experiência, com certeza, não será das melhores.