fabricante: Under Armour

O Under Armour Charged Bandit 2 foi projetado para promover o melhor que um corredor necessita. Ele promete flexibilidade, respirabilidade e leveza. Com tecnologia Under Armour em todos os segmentos de sua composição. O Charged Bandit 2 pretende elevar o que se entende por tênis de corrida.

Os modelos Under Armour ainda são um pouco desconhecidos pelos brasileiros. Sucesso na América do Norte, o tênis chega para bater de frente com grandes marcas já consolidadas no mercado de tênis de corrida.

O Under Armour Chaged Bandit 2 é o segundo de uma frota que agradou muito no hemisfério norte em sua primeira edição. Será que este segundo modelo da Under Armour permaneceu no alto patamar como o seu antecessor? Confira!

  • Especialistas
  • Usuários
1 a 20 21 a 40 41 a 60 61 a 80 81 a 90 91 a 100

Média Geral

3 usuários: 87 / 100

2 especialistas: 89 / 100

Dê a sua nota:

Under Armour Charged Bandit 2 é bom?

Prós

  • Amortecimento

    A excelente tecnologia utilizada na entressola propicia um caminhar confortável, excelente utilização e zero impacto durante o exercício físico. Neste ponto, o Charged Bandit 2 merece grandes elogios.

  • Leveza

    Tratando-se de peso e suavidade nas passadas. O peso é médio/baixo, girando em torno dos 300g. O conforto ao calçar e durante a prática é de deleitar o usuário.

  • Longas distâncias

    Um tênis para longas distâncias, apesar de ser destinado à performance. O desempenho do calçado se equilibra entre a distância curta, como também para corridas longas acima de 10 quilômetros.

  • Estabilidade

    A placa plástica de estabilidade agradou e permaneceu. De seu antecessor para cá, muita coisa foi aperfeiçoada, mas não como a estabilidade, que só é melhora o que já era ótimo.

  • Ventilação

    O tecido utilizado no cabedal, desde a biqueira ao contraforte, propiciam excelente ventilação na parte interior do calçado.

  • Tração

    O destaque é específico. Isso porque, quando se trata de superfícies secas, o desempenho é excepcional. Agora, em superfícies molhadas não se pode dizer o mesmo.

Contras

  • Cabedal permeável

    Apesar do tecido promover excelente ventilação interna, ela dificulta o corredor em dias de chuva. Molhar os pés utilizando o Under Armour Charged Bandit 2 não é uma novidade.

  • Tração

    Como mencionado, a tração em superfícias molhadas deixa muito a desejar. A tecnologia utilizada no primeiro modelo - onde a tração era uma característica-chave - parece ter sido deixada de lado.

Avaliações especialistas

Mais Positivo

Thomas

Dou a minha bênção. É um grande tênis, e uma excelente compra. A entressola é produzida com dois compostos de EVA da empresa. No calcanhar há uma espuma Micro G, que oferece uma plataforma estável e firme. O EVA funciona muito bem da biqueira ao contra-freio, promovendo um amortecimento macio e eficiente. A sola do Bandit 2 tem borracha de alta abrasão no calcanhar e uma borracha mais macia no antepé.

Mais Negativo

Michael Mason-D'Croz

Quando não está chovendo, este tênis está no mesmo nível – ou até mesmo acima do que todos os tênis que já revisei até hoje. Ele mantém uma velocidade e performance excelente dos treinos de pista e treinos para longas distância, como maratonas, por exemplo.

OUTRAS AVALIAÇÕES

  • Thomas

    Dou a minha bênção. É um grande tênis, e uma excelente compra. A entressola é produzida com dois compostos de EVA da empresa. No calcanhar há uma espuma Micro G, que oferece uma plataforma estável e firme. O EVA funciona muito bem da biqueira ao contra-freio, promovendo um amortecimento macio e eficiente. A sola do Bandit 2 tem borracha de alta abrasão no calcanhar e uma borracha mais macia no antepé.

  • Michael Mason-D'Croz

    Quando não está chovendo, este tênis está no mesmo nível – ou até mesmo acima do que todos os tênis que já revisei até hoje. Ele mantém uma velocidade e performance excelente dos treinos de pista e treinos para longas distância, como maratonas, por exemplo.

Atributos

  • Tecnologia

    O Charged Cushioning é utilizado para dar um amortecimento fora do comum. A Micro G contribui para o retorno de energia, impulsionando a próxima passada para maior velocidade e alcance. Por fim, a High Abrasion Rubber, concede uma tração duradoura no solado.

  • Durabilidade

    O Under Armour Charged Bendit 2 não mostrou qualquer problema sob o aspecto da durabilidade. Desde a biqueira ao contraforte, nota-se um material têxtil muito bem trabalhado com leves retoques de borracha resistente. Seja para corridas ou treinos, a segunda edição do Charged Bendit não deixará o atleta na mão.

  • Amortecimento

    A tecnologia Charged Cushioning foi aperfeiçoada do modelo anterior. É um dos grandes destaques da peça, que promove conforto e impacto nulo durante as passadas. Ela é realçada graças à excelente tecnologia Micro G, que devolve a energia de volta para o corredor, que transformará a mesma em uma próxima passada ainda mais larga e eficiente.

  • Flexibilidade

    O tênis não possui a flexibilidade como uma característica que merece um destaque positivo ou negativo. Os materiais utilizados promovem firmeza e estabilidade, destoando, assim, de uma grande flexibilidade. No entanto, não há um incômodo quanto a isso.

  • Aderência da Sola

    Aqui é preciso separar o joio do trigo. Ou melhor, a chuva do seco. Quando a aderência é colocada em jogo, é necessário avaliar o terreno. Afinal, o solado emborrachado não apresentou bons resultados em terrenos molhados.

  • Ventilação

    O tecido trabalhado ao longo do cabedal propicia uma excelente ventilação interna ao pé do atleta.

Características

  • Cabedal

    Cabedal

    A tecnologia ArmourVent utiliza de uma malha elástica de secagem rápida. Propicia uma excelente respirabilidade, ventilação e conforto. As sobreposições não apresentam costuras aparentes, garantindo um ajuste agradável do pé ao calçado.

  • Entressola

    Entressola

    Combinação de Charged Cushioning (amortecimento) e Micro G (espuma para retorno de energia).

  • Solado

    Solado

    Borracha sintética inserida estrategicamente nos pontos de impacto da sola com a superfície. Ela promete tração e suavidade para o corredor. Além disso, a placa de estabilidade impressiona, o que garante uma passada que corrige a pronagem do pé.

ANÁLISE

O Under Armour Charged Bandit 2 inicia seus destaques com um amortecimento bastante interessante. Isso porque a tecnologia utilizada na região da entressola propicia uma pisada firme e confortável. A leveza proposta pelo calçado é sentida, assim como a suavidade ao colocar a sola em contato com o terreno.

Além disso, o tênis é bastante durável e versátil. Para idas cotidianas à academia, treinamentos de performance ou corridas de longa distância. É sempre uma opção para os mais variados estilos de corredores e atletas. Neste ponto, o Charged Bandit 2 supera, e muito, os concorrentes.

Geralmente há uma separação bastante perceptível entre solado, entressola e cabedal. Tratando-se do novo modelo Under Armour, isso se encerra. O trio é completamente dependente um do outro. Eles se correlacionam e se complementam. O sentimento de cada passada é sentido no trajeto. O conforto do encaixe no tecido de ventilação do cabedal, a entressola macia que propicia conforto nas passadas com seu excelente sistema de amortecimento, como também um solado que permite estabilidade ao corredor.

E a estabilidade merece, com toda a certeza, aplausos. A placa plástica de estabilidade utilizada no primeiro modelo foi mantida. O reconhecimento do acerto, e sua manutenção, são motivos de vibração para os fãs da linha Charged Bandit. A compreensão e permanência daquilo que agrada merece sempre ser destacada.

Entretanto algo que decepcionou foi a tração em terrenos molhados. Quanto às superfícies secas, não há qualquer problema. Porém, o aperfeiçoamento do solado em borracha pode ter prejudicado de maneira a deteriorar algo que foi um sucesso no primeiro modelo: a tração em terrenos chuvosos.

E, não obstante, outro problema é verificado com a chuva. O cabedal que ventila é o mesmo que permite entrada de água dentro do tênis. Portanto, se está pensando em correr na chuva, este não é o melhor tênis possível.

Nosso veredicto? O Under Armour Charged Bandit 2 é um tênis com tecnologia acima do padrão. Ele chega ao mercado para bater de frente com os modelos fortes da Asics e da Mizuno, com toda a certeza. Entretanto, alguns pontos-chave podem levar este tênis a cair um pouco de patamar – principalmente se for contar a questão climática, já que chuva e Charged Bandit 2 não combinam.

Porém, ao fim das contas, e colocando na ponta do lápis, este modelo pode sair até R$ 100 mais barato, se comparado a tênis de mesmo nível. O que varia, neste caso, não é a questão de chuva ou tempo seco, mas sim o que o corredor espera do tênis. Se deseja conforto, leveza, versatilidade, ventilação e estabilidade, com certeza este modelo pode ser o ideal.

Agora, se o caso for de maratonistas em constante treinamento – que estão sujeitos a mudanças climáticas repentinas – talvez seja interessante vasculhar um pouco mais o mercado.

REVIEW MODELOS ANTERIORES

Under Armour Charged Bandit

A Under Armour lançou o primeiro modelo da linha Charged Bandit como um sucesso de primeira viagem. O conforto – apesar do amortecimento ainda a desejar –, a leveza, a tração e a excelente estabilidade são pontos de grande destaque da peça.

O primeiro modelo da linha agrada muito aos corredores que buscam estabilidade e leveza em um tênis. Com o lançamento de seu sucessor, o valor pode estar um pouco mais baixo, sendo interessante vasculhar este modelo pelo mercado.