fabricante: Asics

O Asics GT 2000 5 é um modelo queridinho dos americanos. Dentre os tênis de corrida preferido dos nascidos na América do Norte, a linha GT 2000 cresce e aprimora seus fundamentos ano após ano. O quinto modelo é prova disso, tendo uma estrutura firme, sutil responsividade e boa proporção para transição de passadas.

Apesar de o mercado brasileiro ainda prezar por tênis mais amortecidos, o GT 2000 ainda está entre as principais linhas da Asics no mundo. Para se ter ideia, durante a produção do Asics Metarun (o tênis mais caro do mundo), a forma de utilização para confecção do calçado foi a mesma utilizada na linha GT 2000. Ou seja, irmãos próximos.

Contudo, apesar do Asics GT 2000 5 não cair nas graças do corredor brasileiro, ele é um excelente modelo para ficar de olho. Isso porque a sua linha carrega aspectos únicos como característica, pouco encontrado em modelos como Kayano ou Noosa, por exemplo.

  • Especialistas
  • Usuários
1 a 20 21 a 40 41 a 60 61 a 80 81 a 90 91 a 100

Média Geral

1 usuários: 94 / 100

2 especialistas: 89 / 100

Dê a sua nota:

Asics GT 2000 5 é bom?

Prós

  • Conforto

    O Asics GT 2005, assim como os modelos antecessores, prezou pelo conforto durante a produção. Promovendo um bom calçar, uma sustentação pelo cabedal, uma entressola de boa absorção de impacto e um solado voltado para quem pisa com o calcanhar. Uma construção interessante bastante focada para os pronadores de longas distâncias.

  • Estável

    A estabilidade do GT 2000 impressiona. A linha preza por uma estabilidade suave e discreta. Sem despender para a rigidez de uma passada focal, ela dita uma direção para a passada ser ordenada e segura. A placa de estabilidade, em combinação com a tecnologia Dynamic Duomax, promove um tênis totalmente estável de alta capacidade de segurança.

  • Tradicionalismo

    A Asics aposta no tradicional para a construção do quinto modelo do GT 2000. Focando numa evolução para o sexto modelo, onde há rumores da inserção da tecnologia FlyteFoam, o acabamento teve poucas mudanças em relação ao quarto modelo, ficando apenas com o retorno do mesh mais fechado do modelo 3 em substituição à tela do modelo 4.

  • Versátil

    O tênis apresenta uma versatilidade agradável para derivados usos. Para corridas curtas, médias, longa ou a especialidade: rodagem. O tênis se comporta muito bem para qualquer situação, fazendo dele um tênis diário.

  • Durabilidade

    A empresa reforçou os pontos de maiores desgastes do modelo. Contudo, apostou numa estrutura sem costuras, o que agradou muito aos usuários.

  • Amortecimento

    O amortecimento é agradável, apesar de bastante secundário no calçado. Um calçado construído, especialmente, para os corredores que pisam com o calcanhar, ele impede um impacto brusco na região.

  • Anatomia

    Mais arredondado e melhor transição nas passadas, a anatomia do modelo supera os concorrentes dentro da própria marca neste quesito.

Contras

  • Pesado

    As 10g a mais incomodaram muito até mesmo os que têm o tênis como xodó. Esperava-se um decréscimo significativo no peso. Contudo, não foi o que ocorreu. Foram 10g a mais num tênis que já não era de todo leve.

  • Sem FlyteFoam

    A expectativa é de inserção da tecnologia no sexto modelo. Apostando no tradicional dos antecessores, o quinto modelo decepcionou em sua chegada sem a grata nova tecnologia de composição de entressola da Asics.

Avaliações especialistas

Mais Positivo

Jon Ober

Eu gostei da adaptação do calçado durante o passeio, mas realmente queria que ele fosse mais rápido. Eu sinto que isso irá desencorajar muitas pessoas de forma prematura e fazer com que elas retornem.

Mais Negativo

The Athlete's Foot Australia

Disponível para homens e mulheres, este modelo é um dos mais populares na faixa de estabilidade ASICS.

OUTRAS AVALIAÇÕES

  • Jon Ober

    Eu gostei da adaptação do calçado durante o passeio, mas realmente queria que ele fosse mais rápido. Eu sinto que isso irá desencorajar muitas pessoas de forma prematura e fazer com que elas retornem.

  • The Athlete's Foot Australia

    Disponível para homens e mulheres, este modelo é um dos mais populares na faixa de estabilidade ASICS.

Atributos

  • Tecnologia

    - AHAR: Borracha de alta resistência alocada no solado, mais especificamente na região do calcanhar.

    - Guidance Line: sulco que promove flexibilidade, indo do contraforte à biqueira.

    - Guidance Trusstic System: Integração de tecnologias para proporção de estabilidade e segurança ao pé do corredor.

    - Impact Guidance System (I.G.S.): Tecnologias voltadas para auxiliar na guia do pé durante a atividade.

    - GEL: A clássica tecnologia Asics não poderia ficar de fora de um modelo Premium como o GT 2000. Promovendo boa aterrissagem e anulação do impacto.

    - Dynamic Duomax: EVA um pouco mais rígido inserido na região do calcanhar para promover maior estabilidade na aterrissagem.

    - FluidRide: Evolução Solyte que promove amortecimento e qualidade à passada.

  • Durabilidade

    A resistência está agradável, e, sobretudo, potencializada com a retirada da cobertura por costuras no cabedal e a aposta nas tramas sutis de borracha ao longo da região.

  • Amortecimento

    Apesar de ser um tênis de pisada seca e resposta rápida, é bastante agradável a forma que o amortecimento funciona. Sendo composto por EVA em duas densidades, bem como o auxílio da tecnologia Gel, o Asics GT 2000 5 se comporta muito bem, apesar de não ser um tênis a se considerar macio.

  • Flexibilidade

    O tênis possui flexibilidade em pontos específicos. Na parte frontal há uma agradável sensação de flexibilidade. Entretanto, quanto mais a proximidade se dá ao contraforte, mais firme é o calçado. Mas nada que atrapalhe o desempenho. A ideia é promoção de segurança e firmeza ao calcanhar do corredor.

  • Ventilação

    A ventilação melhorou em relação ao modelo antecessor. Adotando um mesh um pouco mais fechado, mas com tramas que se sobressaem ao calçar.

  • Aderência da Sola

    Borracha AHAR no calcanhar e outro fundamento no médio pé. A ideia é uma resposta rápida ao aterrissar o calcanhar com suavidade e bater com o médio pé. A transição é muito boa.

Características

  • Cabedal

    Cabedal

    O cabedal incorpora tramas abertas com um mesh de sobreposição sem costuras e bastante ventilado. Agradável ao calçar e ao usar.

  • Entressola

    Entressola

    Com dupla densidade de EVA. Além disso, a tecnologia Gel complementa o trabalho da tecnologia FluidRide.

  • Solado

    Solado

    Borracha AHAR no calcanhar e quatro fileiras de borracha de resposta mais rápida à frente. Possibilidade de aterrissar com segurança e responder rápido durante a transição.

ANÁLISE

O Asics GT 2000 5 carrega o gosto de muitos corredores espalhados pelo mundo. Apesar de no Brasil ele não fazer sucesso como um Kayano, por exemplo, é um calçado de alta performance, de excelente qualidade e chama muito a atenção por sua construção firme e adequada para todo tipo de provas.

A qualidade Asics se sobressai na peça, sobretudo quando avaliada a sua composição de cabedal, entressola e solado. Apesar da excelência, a Asics acabou falhando em alguns pontos determinantes para fazer este tênis decolar no mercado tupiniquim.

A Asics decidiu não inventar com seu modelo de sucesso mundial. Com diversos apaixonados, a empresa ainda foi um pouco conservadora em lançar novidades ao calçado, como é o caso da tecnologia FlyteFoam. Apesar dos rumores de inserção da mesma na entressola do sexto modelo, os corredores se decepcionaram um pouco, pois esperavam já receber o quinto modelo com FlyteFoam.

Apesar de não ser um grande problema, afinal a FluidRide apresenta grande desempenho, e a grada muito os amantes da linha GT 2000. Mas o que realmente impressionou foi a Asics voltar atrás com o novo cabedal em tela do quarto modelo, e, assim, trazer novamente o mesh (sucesso da terceira edição) para o quinto GT 2000. Um acerto de agrado unânime.

A falha do peso

Quase imperdoável. Vindo quase 10g a mais, o peso pode até não fazer grande diferença no desempenho. Contudo, a expectativa de um novo modelo sempre gira em torno de mais leveza para a proporção de uma maior agilidade a passada. Neste ponto, o Asics GT 2000 5 foi mal… muito mal!

Nosso veredicto? Estando no nível dos grandes nomes da Asics, o quinto modelo GT 2000 chega para fazer frente com os tênis da própria marca e concorrentes. Apesar de não ser um gigante do mercado nacional, vale a pena a experimentação, visto que é um tênis demasiado versátil e com uma construção única.