fabricante: Asics

O Asics Gel Venture 6 faz parte de uma linha muito aclamada pelo seu custo/benefício entre os adeptos da corrida de rua. Com uma composição firme, materiais de qualidade e equilibrando cabedal, entressola e solado, o modelo é sempre cercado de expectativas a cada novo lançamento.

Redesenhando a entressola junto a uma nova malha que recobre o cabedal, o sexto modelo da linha Venture decidiu inovar. Saindo de uma boa zona de conforto, como no seu antecessor, o lançamento parece ter agradado num contexto geral, apesar de alguns pontos ainda manterem o tênis numa categoria de intermediário.

Alocado como um tênis para trilha, o Venture é uma linha muito adotada pelos corredores de rua. Isso porque seu conforto se destaca, a proteção se sobressai e a durabilidade extrapola. Sendo, assim, um tênis ideal para treinos de longa duração.

  • Especialistas
  • Usuários
1 a 20 21 a 40 41 a 60 61 a 80 81 a 90 91 a 100

Média Geral

0 usuários: 0 / 100

1 especialistas: 84 / 100

Dê a sua nota:

Asics Gel Venture 6 é bom?

Prós

  • Estrutura e durabilidade

    Bastante estruturado, o modelo conta com um ótimo acabamento que se sobressai na durabilidade. Resistente, o Venture 6 é um tênis para longa duração. A certeza de longevidade é refletida numa boa construção e reforços precisos.

  • Reforços sem costuras

    O que acontecia no antecessor não acontece no atual. Antes com inúmeras costuras ao longo da estrutura, hoje a Asics aposentou o recurso, apostando em colagens com sobreposições precisas.

  • Conforto suficiente

    Calçar o Venture 6 não encanta como era com o quinto modelo. Entretanto, apresenta um conforto suficiente, sendo um tênis agradável para longas distâncias de trilhas.

  • Mais baixo

    Reduzindo a altura do calcanhar de 31mm do Venture 5 para apenas 20mm no atual modelo, a Asics corrobora com uma pisada mais uniforme, chapada e de transição (quase) suficiente.

  • Nova composição de cabedal

    O novo tecido de cabedal foi aprovado pela crítica e pelo usuário. Mais flexível, ele abraça a região do toe box, permitindo uma elasticidade que agrada muito a quem calça o modelo.

  • Custo/benefício

    O preço é sempre exaltado na linha. Assim como o modelo anterior, o sexto modelo da linha acompanha um preço adequado ao usuário apaixonado por trilhas, mas que não vê motivos para despejar um alto valor num calçado para a atividade não profissional.

  • Tração

    Segundo os usuários, o fato de o tênis estar mais baixo não só auxiliou numa melhor estabilidade sobre as rochas, como também potencializou a tração. Baixando a linha de sustento e promovendo uma aderência mais eficiente graças à borracha que compõe o solado.

Contras

  • Menos conforto

    Apesar do conforto ser suficiente, é preciso salientar que o mesmo diminuiu em relação ao anterior. Mais elogiado no Venture 5, o conforto realmente não agradou completamente no novo lançamento da Asics.

  • Rígido

    Um pouco rígido na sua totalidade. Pouco maleável, ele não permite qualquer tipo de propulsão, sobretudo pensando em sua proximidade com a superfície.

  • Mais pesado

    Ganhando 15g, esse conceito vai à contramão da evolução. Peso que aumenta é desconfiança sobre a peça que eleva.

  • Responsividade nula

    Assim como não há propulsão, não há resposividade. Um tênis de chapa rápida, de contato com o solo que tem uma transição lenta, basicamente.

Avaliações especialistas

  • Run Repeat

    Via: RunRepeat

    Enquanto a entressola usa os mesmos materiais que a versão anterior do tênis, a Asics o redesenhou para acomodar um melhor amortecimento e a possibilidade de um melhor retorno de energia.

Atributos

  • Tecnologia

    O Asics Gel Venture 6 faz parte de uma linha que aposta mais no básico do que na tecnologia em si. Inserções modernas são pontuais, enquanto que a construção é que prevalece. Contudo, a Asics aposta na tecnologia:

    - AHAR: Clássica borracha da marca que proporciona boa tração e ótima aderência em inúmeras superfícies diferentes.

    - GEL: Adotando a também clássica tecnologia GEL, o Venture 6 explora um amortecimento mais conciso e pautado na eficiência; prevalecendo um contato rápido e buscando transição rápida.

  • Durabilidade

    Apresenta uma alta resistência devido a sua construção reforçada. O principal destaque quanto a este ponto está relacionada a ausência de costuras no cabedal da peça. Em relação ao Venture 5 houve uma nítida evolução neste ponto.

  • Amortecimento

    Incorporando a tecnologia em GEL, a entressola em EVA possibilitou uma boa promessa de retorno de energia no lançamento. Contudo, ao utilizar, nota-se que o Venture 6 esbarra apenas na capacidade em absorver impactos e peca no retorno de energia.

  • Flexibilidade

    Seguindo a tendência dos modelos anteriores, a rigidez incomoda em demasia. Pouco maleável, o tênis não perdeu esse defeito, o que deixou alguns usuários decepcionados.

  • Aderência da Sola

    Graças à tecnologia AHAR, a aderência é prevalente e eficiente. Com qualidade, e boa adaptação a diversas superfícies, o solado do modelo não deixa a desejar.

  • Ventilação

    Pouco presente, mas suficiente. As tramas abertas da região do cabedal com nova construção corroboram para uma boa entrada de e respirabilidade constante.

  • Material

    A seleção de materiais é o ponto alto do modelo Venture. Com ótimas escolhas, o modelo se caracteriza mais por sua ótima construção do que propriamente por suas tecnologias selecionadas. Entre os materiais estão:

    - Um EVA que compreende a entressola com pontos em GEL;

    - Um material sintético de boa respirabilidade e alta durabilidade;

    - Um colar e língua de composição de tecido confortável e agradável ao encaixe;

Características

  • Cabedal

    Cabedal

    O material sintético que compreende o cabedal apresentou alteração, ficando mais leve, respirável e com maior capacidade de durabilidade.

  • Entressola

    Entressola

    Com EVA recobrindo quase toda a extensão e pontos de GEL estratégicos para absorção de impacto e proporcionar boa aterrissagem.

  • Solado

    Solado

    Um solado de alta qualidade, com boa capacidade de adaptação e excelente aderência. O ponto alto do modelo.

ANÁLISE

O Asics Gel Venture 6 chegou com altas expectativas. Sobretudo por se tratar de uma das linhas com melhor custo/benefício do mercado, a queda pareceu ser dolorosa. Com bons atributos, mas inúmeras críticas, o modelo pareceu se agarrar apenas no seu valor no mercado, sobre a perspectiva de dias melhores de avaliação de crítica e usuários.

O custo/benefício do Asics Gel Venture 6 fala mais alto?

Pensando na boa seleção de materiais, a durabilidade e o conforto agradável, o tênis realmente parece se sair bem sob uma avaliação minuciosa a partir do preço cobrado. Há muito mais tênis no mercado muito mais caro e ainda inferior ao lançamento de trail da Asics. Entretanto a avaliação é muito mais pelo potencial e expectativa do calçado do que propriamente num comparativo direto.

O Venture 5 foi um real sucesso que o Venture 6 poderia também ter sido. Porém, apesar de tudo, não deixa de ser um bom tênis de corrida. O ponto central é: poderia mais. Apesar disso, os bons artifícios contam ainda com uma remodelagem no tecido de cabedal, a redução da altura do calcanhar (de mais de 10mm) e uma tração corrigida em superfícies mais lisas a serem enfrentadas em trilhas, como é o caso de rochas – um problema no quinto modelo.

Pesado e rígido

Dois pontos que desagradaram em demasia. O peso aumentou e a rigidez ficou. Sem perspectiva de uma diminuição do peso e sem uma correção da rigidez, o tênis ficou pesado e duro, sem a capacidade de melhorar a performance do corredor que adotava o modelo anterior e agora calça o Venture 6.

Considerações Finais

Avaliando o preço e as características positivas, o Asics Gel Venture 6 não é uma má compra. Salientando principalmente seu potencial e expectativa, o tênis se torna uma tristeza para quem esperava tanto de um modelo que, anteriormente, tinha grande apreço de público. Contudo o (a)preço pode seguir, sobretudo pelo valor cobrado por um par híbrido que pode ser usado na corrida de rua, como também nas trilhas do fim de semana.